07.10.2020

jeans básico

Este definitivamente foi um ano de grandes, grandes mudanças para mim. Já nem sei mais como escrever sobre todos esses processos de transformações que venho vivendo e de alguma forma, acho que ainda nem processei todas elas. Mas creio que muitas mudanças tem sido auto evidentes, sobretudo na minha forma de me vestir e portar. Sempre acreditei que a moda fosse uma das facetas mais importantes da nossa auto expressão e uma mudança de estilo marca bastante uma nova fase na vida de uma pessoa, não é mesmo?

Por isso o dia em que eu coloquei um jeans básico novamente depois de 12 anos eu percebi que finalmente entrava nessa nova fase. Algo que eu julgava impossível de repente se tornou fácil, até mesmo óbvio. Não saberia dizer o motivo exato pelo qual eu parei de usar jeans há tanto tempo, mas posso ressaltar que era algo que eu definitivamente nunca mais pensava em fazer, meio que achava desconfortável, feio e pouco prático. Mas esse ano eu me vi tentada a rever esse pensamento (como tantos outros) e dei a chance de tentar dar uma rejuvenescida na minha vibe, usando peças mais moderninhas e descoladas como um simples jeans básico.

E foi assim que eu achei essa peça, depois de passar quase 3 meses experimentando todos os jeans que eu achava em lojas. Isso foi antes da pandemia se instalar e eu guardei a peça por meses até a época do meu aniversário quando eu finalmente me senti confortável em usa-la. Conto isso para dar a dimensão de quanto esse foi um grande passo. Acho que se passou uns 6 meses entre eu decidir dar uma chance a esse novo look e o ponto de eu realmente me sentir pronta para usa-lo. Eu não sei dizer a fonte da minha resistência, mas eu arriscaria dizer que estava com medo de perder o tom mais clássico sabe? Forma muitos anos me identificando com peças mais sóbrias, tecidos mais finos e peças mais refinadas e achei que perderia minha cara usando algo tão rústico quanto um jeans. Uma grande besteira, porque no fim, a gente nunca perde totalmente o nosso tom! E eu acabei chegando em uma composição bem legal com essa blusa branca, delicada e romântica, como eu gosto.

nada como um jeans básico

jess quirino

A maquiagem mais leve e naturalmente iluminada também tem marcado essa fase. Acho que uma leveza e um brilho interno quer se manifestar externamente. Então eu tenho dado vazão dessa forma.

jeans minimalista  jess quirino

Essa seria minha vibe para 2020, um ano tão pesado. Ainda gosto de preto, metais, cortes limpos e altamente minimalistas. Porém gostei também de retornar a um ar mais jovial, leve e aberto. É uma síntese do meu processo de desconstrução dos últimos anos. E estou feliz em mostra-lo finalmente ao mundo.

leia esse aqui

Um sobretudo dkny pelas ruas de buenos aires

E que comecem os posts sobre a Argentina! Estou tão animada para compartilhar as milhões de emoções que vivi nessa intensa semana em que estive na terra de nuestros hermanos que foi difícil pensar sobre como começar esses relatos. A verdade é que dentre muitas outras coisas que vivenciei em […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *